Carro elétrico de SC será exposto em feira da indústria, na FIESC


O primeiro carro elétrico com bateria de lítio desenvolvido no Brasil será exposto durante a feira de produtos da indústria catarinense, que a FIESC promove durante a Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense, de 20 a 24 de maio, em seu centro de convenções, na Capital. A tecnologia de tração veicular elétrica está em desenvolvimento em Jaraguá do Sul, numa parceria entre a Weg (que desenvolve o motor e o drive de controle do motor) e o SENAI (que trabalha na construção do gerenciador de energia).

O apoio à Weg no desenvolvimento do veículo de tração elétrica já integra o escopo de atividades do Instituto SENAI de Tecnologia Eletroeletrônica, que está em implantação na cidade, com investimentos de R$ 10,8 milhões. O Instituto focará sua atuação em geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, equipamentos eletroeletrônicos e tração elétrica. Os detalhes a respeito da estrutura e atuação do Instituto de Tecnologia em Eletroeletrônica foram apresentados à diretoria da FIESC nesta sexta-feira (26).

Contando com a parceria dos institutos Fraunhofer e Deutsche Geselhschaft Internationale Zusammenarebeit (GIZ), ambos da Alemanha, e do americano Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), o Instituto SENAI prestará serviços de metrologia, consultoria e inovação.

A expectativa da unidade do SENAI em Jaraguá do Sul é alcançar 25 mil matrículas em 2024, sendo um terço na área eletroeletrônica e o restante para os demais setores da economia. Em 2012, o SENAI registrou cerca de 13 mil matrículas na cidade. Outra meta é elevar o número de horas em serviços de consultoria e em pesquisa, desenvolvimento e inovação, passando dos atuais 1,1 mil (projetados para 2013) para 5,2 mil em 2019. Já para os serviços de metrologia, que devem começar em 2015, a projeção é totalizar 4 mil horas em 2019.

A proposta do Instituto é apoiar as indústrias catarinenses para os novos desafios do setor industrial nos aspectos relacionados à energia. "A previsão é que insumos como petróleo e lenha reduzam sua participação na matriz energética brasileira, dando espaço para outras fontes, entre elas o gás natural e formas renováveis", afirma Michael Eberle Siemeintcoski, diretor-adjunto do SENAI em Jaraguá do Sul e que apresentou o projeto à diretoria da FIESC.

Apoio à Competitividade
Eletroeletrônica é um dos oito setores que serão atendidos por institutos de tecnologia que o SENAI implantará em Santa Catarina. Os demais atenderão as áreas ambiental e de tecnologia têxtil (com institutos em Blumenau), metalmecânica (Joinville), alimentos (Chapecó), materiais (Criciúma), logística (Itajaí) e tecnologia da informação e da comunicação (Florianópolis). Além desses, serão instalados Institutos SENAI de Inovação em Laser (São José) e de Sistemas Embarcados (Florianópolis). A criação dos Institutos SENAI de Tecnologia e de Inovação integra o Programa de Apoio à Competitividade da Indústria, iniciativa do Sistema Indústria e que conta com o apoio do BNDES. Em Santa Catarina, o programa prevê investimentos de R$ 230 milhões, dos quais R$ 117,5 milhões em recursos próprios e outros de R$ 113,2 milhões financiados pelo BNDES.

Sobre a jornada
A segunda edição da Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense será realizada de 20 e 24 de maio, no Centro de Eventos Sistema FIESC, em Florianópolis, para debater os temas como qualidade de vida (segunda-feira), educação (terça), inovação e tecnologia (quarta) e ambiente para negócios (quinta). O evento será concluído com a outorga da Ordem do Mérito Industrial, na sexta-feira, dia 24. Além de palestras, painéis e mesas redondas, o evento também contará com a Feira da Indústria para reunir grandes marcas do setor industrial e promover novos negócios entre os participantes.

Interessados em participar podem se inscrever pelo portal do Sistema FIESC (www.fiescnet.com.br/jornada) e preencher o formulário. A rodada de palestras não tem custo e pode ser feita separadamente para cada dia, de acordo com o interesse de cada participante. Mais informações pelo telefone 0800 48 1212.

Fonte: Portal FIESC.net

Nenhum comentário:

Mais Vistos