Renault Kangoo Z.E ultrapassa a marca dos 10.000 emplacamentos

Renault Kangoo Z.E. (Foto: Divulgação)
A rede de concessionárias da Renault está comemorando os 10.000 emplacamentos do Kangoo Z.E., o pequeno furgão 100% elétrico, líder em seu segmento na Europa. As chaves do veículo foram entregues durante o Salão do Automóvel de Frankfurt nesta terça, 10 de setembro, ao Sr. Gerhard Dech, da Deutsche Bahn, a empresa de transporte ferroviário mais importante da Alemanha e da Europa.

Béatrice Foucher, Diretora do Programa de Veículos Elétricos da Renault, Uwe Hochgeshurtz, Diretora de Vendas a Empresas e Achim Schaible, Diretor da Renault Alemanha, entregaram oficialmente, no dia 10 de setembro durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, as chaves do Kangoo Z.E. número 10.000 a Gerhard Dech, Diretor Técnico e de Compras da Deutsche Bahn. Este novo veículo será alocado na estrutura especializada de serviços de manutenção da empresa.

Com uma participação de mercado de 90%, o Kangoo Z.E. é líder em pequenos furgões elétricos na Europa e representa hoje aproximadamente 10% das vendas de Kangoo V.U. Ele também é o veículo elétrico mais vendido na França, onde aproximadamente 6.000 utilitários conquistaram os clientes profissionais.

Desde o seu lançamento no final de 2011, o Kangoo Z.E. foi premiado inúmeras vezes pela imprensa, com destaque para o “International Van of the Year”, em 2012. Os seus clientes têm comprovado este otimismo, já que 95% deles se declaram satisfeitos, principalmente em relação ao conforto ao dirigir, a ausência de ruído ou ainda as capacidades de carga do pequeno furgão.

O veículo utilitário “zero emissão” foi reestilizado em junho passado, com uma nova frente e novos equipamentos, dentre os quais o sistema multimídia conectado R-Link.

O Kangoo Z.E. é produzido exclusivamente na fábrica MCA Maubeuge (França) e comercializado em aproximadamente vinte países da Europa.

Fonte: Cross Brasil

5 comentários:

  1. Quando chegará ao Brasil?

    ResponderExcluir
  2. E esperamos que um dia chegue no Brasil nas duas versões, utilitária e urbana (com assentos para passageiros atrás). Até lá temos que ficar apenas vendo a beleza estética das fotos.

    ResponderExcluir
  3. Fabrício Galvão de Almeida21/04/2014 15:48

    Estes veículos elétricos deverão demorar muito para chegar ao Brasil. A maior empresa brasileira (Petrobrás) para combustíveis utilizados em motores à combustão ainda por cima pertence ao Governo brasileiro em sua maioria. Sem falar nas produções voltadas para o etanol, pertencente a grandes empresas nacionais, que também é combustível utilizado em motores de veículos à combustão. Enfim, seria muito bom podermos ter essa linha comercializada no Brasil, ajudaria muito o meio-ambiente com a diminuição de emissão de CO², os barulhos nas vias e rodovias dos grandes centros urbanos, o custo para o transporte (pois a energia utilizada seria com um custo 2/3 menor do que temos dos combustíveis), entre outros. Mas acredito isso não chegar ao país tão brevemente. Teria de haver grande pressão ao governo brasileiro para isso acontecer e mesmo assim, se viesse ao Brasil, não sairia a um preço justo, seria extremamente taxado com impostos de protecionismo à petrolífera Petrobrás e aos produtores do combustível etanol.

    ResponderExcluir
  4. Já chegou ao Brasil - https://www.youtube.com/watch?v=ThacwMbhSJY

    ResponderExcluir

Mais Vistos