Move São Paulo participa do Programa Nascentes para ampliar a produção de água no Estado

Programa é a maior iniciativa lançada pelo poder público para manter e recuperar matas ciliares e as nascentes do Estado de São Paulo

Governador Geraldo Alckmin e Mauricio Couri da Move São Paulo fazem plantio de árvores

A Concessionária Move São Paulo, responsável pela construção, operação e manutenção da Linha 6-Laranja de metrô (Brasilândia – São Joaquim) é a primeira concessionária do setor metroferroviário a participar do Programa Nascentes. A terceira etapa do Programa foi lançada nesta quarta-feira, 03, com o plantio feito pelo governador Geraldo Alckmin de uma muda nativa de Mata Atlântica, no Sítio Santo Antônio, em Joanópolis, um dos municípios que fazem parte do Sistema Cantareira.

O Programa Nascentes tem como principal meta a recuperação das matas ciliares das bacias hidrográficas do Estado. Nessa fase, mais de 6.600 mudas serão plantadas em uma área de 44 mil m².
O objetivo desta ação é ampliar a produção de água dos mananciais da região por meio da restauração das nascentes e bicas d’água. A iniciativa da Move São Paulo integra a terceira etapa do Programa Nascentes, desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo em parceria com ONG’s regionais.

“Com a construção da Linha 6-Laranja de metrô vamos ter que suprimir a vegetação existente em alguns terrenos que vão dar lugar as estações. O Programa Nascentes - desenvolvido pelo Governo do Estado - se apresentou como uma excelente oportunidade para realizar essa compensação ambiental. Além de contribuirmos com a melhor solução de mobilidade urbana para São Paulo, vamos poder participar de um projeto que vai aumentar a produção de água para o Estado”, afirma Maurício Couri, presidente da Move São Paulo.

Foram priorizadas áreas credenciadas junto à Secretaria do Meio Ambiente, cujos proprietários apresentaram projetos de recuperação florestal conforme o Programa Mata Ciliar. Entre as espécies nativas de Mata Atlântica que serão plantadas estão: Aroreira-pimenteira, Sangra-d’água, Pau-cigarra, Tamboril, Ingá, Paineira-rosa, Copaíba, Canafistula, Jatobá, Tapiá, Cedro-rosa, Araucária, Açoita-cavalo, Eritrina, Embaúba e Figueira.

Compromisso
Desde a sua criação, a Move São Paulo assumiu o compromisso de contribuir para melhorias na mobilidade urbana em São Paulo. A meta é realizar a obra da Linha-6 Laranja com o menor impacto possível e oferecer os serviços da nova linha com a qualidade que a população merece. O plantio de mudas nativas da mata atlântica é uma das iniciativas e faz parte da compensação ambiental.

Nessa etapa, a ONG Iniciativa Verde e a empresa Da Serra Reflorestamento vão realizar o trabalho de recuperação da área em uma parceria inédita realizada com a Concessionária Move São Paulo e com o consórcio construtor CEL 6. “A parceria entre governo, empresa e ONG com os proprietários rurais para a recuperação do Cantareira mostra uma forma nova de se fazer compensação ambiental que é de extrema importância”, defendeu Roberto Resende, presidente da Iniciativa Verde.

Após o plantio, a ONG Iniciativa Verde fará o acompanhamento e a manutenção do plantio até a sua “emancipação”, ou seja, quando a nova floresta tiver condições de se sustentar e preparar caminho para outras espécies. O proprietário rural oferece a sua área para recuperação e também é responsável por cuidar da área após a emancipação do projeto.

Sobre a Move São Paulo
A Concessionária Move São Paulo é a empresa responsável pela construção, operação e manutenção da Linha 6-Laranja de metrô de São Paulo, que ligará a região noroeste da cidade ao centro (Brasilândia - São Joaquim). Com 15 estações e 15,3 km, a nova linha será totalmente subterrânea e deverá transportar cerca de 633 mil pessoas por dia. A Linha 6-Laranja de metrô criará mais pontos de integração na rede metroferroviária e facilitará o acesso às diferentes oportunidades da cidade.

Fonte: In Press Porter Novelli

Nenhum comentário:

Mais Vistos