Uruguai concede subsídios para veículos elétricos

Taxi Elétrico BYD no Uruguai

O Uruguai está se tornando conhecida na América do Sul como um trendsetter (lançador de tendências), tomando medidas ousadas para o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos.

Agora ele está apontando para a eficiência energética e redução de emissões, por saltar sobre bandwagon de Bogotá – que já conta com uma frota de táxi de 45 BYD e6 – e incorporando uma frota de 50 BYD e6 táxis totalmente elétricos para ocupar as ruas de Montevidéu. Antes da introdução, os veículos estavam em teste desde fevereiro deste ano.

O país conta hoje com uma frota total de 5.000 táxis de combustíveis fósseis, dos quais 60% estão na capital. 62% da energia do país vem de combustíveis fósseis importados – 29% dos quais indo para o transporte – assim, obrigando o governo a fixar uma meta descarbonização grave de 30% até 2015. O governo uruguaio pretende oferecer subsídios e outros incentivos para operadores de táxi dispostos a mudar para táxis elétricos.

Para alcançar tais objetivos, o governo vai oferecer subsídios sem precedentes e vantagens para aqueles dispostos a abraçar táxis elétricos como uma alternativa para os carros de combustível aparentemente menos dispendiosas: a licença de táxi para um veículo elétrico puro terão um subsídio de 50 % do valor de um táxi convencional. Os proprietários também serão isentos do imposto de importação de 23% sobre os veículos. Quanto à infraestrutura de carregamento, o governo irá promover também subsídio para instalação de estações de carregamento.

Fonte: MeioAmbienteRio.com

Um comentário:

  1. É o Uruguai dando um bom exemplo ao nosso país, que teima e pensa na contra mão das tendências mundiais.

    ResponderExcluir

Mais Vistos