Tesloop oferece viagens entre cidades dos EUA a bordo de um Tesla autônomo


Quem viaja pelas cidades próximas da costa oeste dos EUA tem hoje uma opção igualmente prática e ecologicamente correta. Fundada por um garoto de 15 anos, a Tesloop serve 15 cidades ao sul da Califórnia, chegando ainda a Henderson e Las Vegas, em Nevada, e Phoenix, no Arizona. Tudo a bordo de confortáveis Tesla Model S 85D – modelo elétrico e também com modo de condução semiautônoma.

A ideia foi apresentada a Elon Musk durante reunião com acionistas da Tesla, o que garantiu a Haydn e cofundadores para sua empresa e também a verba necessária para iniciar as atividades, cortesia da Clearstone Ventures. Isso além de vários “investidores anjos” como o Facebook e a própria Tesla.

Conforto ecológico
Embora já estivesse tudo acertado para o surgimento da Tesloop, Haydn acabou encontrando ainda um último percalço: as financeiras não gostam muito da ideia de segurar veículos para adolescentes com poucos meses de carteira. Coube então aos fundadores – já distantes do seu período escolar – assumir o posto de “Pilots” (pilotos), título conferido aos motoristas da frota da Tesloop.

Dessa forma, em julho do ano passado eram feitas as primeiras viagens oficiais da companhia, sempre levantando a bandeira do conforto e da ecologia. Afinal, além de ter a consciência aliviada por viajar a bordo de um veículo elétrico, o passageiro da Tesloop ainda conta com diversos serviços e “mimos” para a viagem – de lanches e bebidas a travesseiros de viagem e internet WiFi.

Quilometragem alta + piloto automático
É verdade que há ainda apenas dois Model S 85D fazendo as viagens atualmente, normalmente por menos de US$ 100 a “corrida”. Segundo o CEO da companhia, Rahul Sonnad, os veículos fazem atualmente uma viagem por dia, todas com quatro passageiros – totalizando algo em torno de 30 mil quilômetros por mês. Conforme aumentem a procura por viagens e a frota de Teslas, a ideia é chegar a mais de 48 mil quilômetros mensais no médio prazo.

Para rodar tudo isso, entretanto, os motoristas da Tesloop consideram essencial a utilização do piloto automático presente nos Model S. “Dirigir com o piloto automático torna a tarefa menos cansativa e muito mais segura”, disse Sonnad em entrevista ao site Tech Crunch. “Eu guio em praticamente todos os finais de semana, e descobri que posso ir e vir de Las Vegas e ainda me sentir mentalmente descansado.”

Por outro lado, o executivo afirma que se sente esgotado dirigindo da forma convencional em apenas quatro ou cinco horas de tráfego intenso sem o auxílio da função. “Eu fico super cansado e apenas quero esfriar a cabeça e ver televisão”, diz ele, garantindo ainda que o Autopilot reduz drasticamente as chances de acidente durante os percursos. “Você realmente não escapa das linhas de trânsito ou arrisca bater no carro da frente quando ele está ligado.”

Motoristas certificados
Mesmo com o papel crucial desempenhado pelo piloto automático dos Tesla Model S, a Tesloop garante que seus motoristas são rigorosamente testados e entrevistados, o que inclui investigações completas de seus históricos no trânsito. Além disso, os profissionais são ainda treinados em todos os aspectos particulares de guiar um Tesla – desde a utilização do piloto automático até a compreensão do funcionamento dos sistemas de suspensão e dos modos de dirigibilidade.

Fonte: Canaltech

Nenhum comentário:

Mais Vistos