Audi pretende que 25% das suas vendas sejam de elétricos em 2025


Aproveitando cada vez maior desejo dos consumidores mundiais pelos veículos elétricos, mas também o leque mais abrangente de incentivos que muitos dos governos têm implementado para estas tecnologias, a Audi prepara uma forte aposta nos veículos elétricos. Já explicada anteriormente, essa mesma aposta passará pelo lançamento de diversos modelos com este tipo de motorização, começando já por um crossover com autonomia estimada em cerca de 500km, o Q6 (cujo E-tron Quattro Concept na foto pode dar pistas quanto ao desenho), e que poderá chegar aos mercados Europeus em 2018.

Mas esse será apenas o primeiro passo, na medida em que a Audi pretende que em 2025 cerca de 25% das suas vendas sejam de modelos elétricos, de acordo com fontes da marca de Ingolstadt ouvidas pela agência Reuters. Ou seja, atendendo aos 1.8 milhões de veículos vendidos pela Audi no mercado Alemão no ano passado e mantendo-se a tocada, os tais 25% de elétricos representariam cerca de 450 mil unidades por ano.

Para os próximos anos está previsto um extenso programa de desenvolvimento de tecnologias de eletrificação, as quais no caso da Audi até já podem ser encontradas nos moldes – ainda que distantes – do sistema de 48V de alimentação de diversos sistemas do veículo. Mas, de forma mais elaborada, a Audi irá investir de forma mais significativa nessas tecnologias de mobilidade, mas também nas de condução autônoma e de conectividade, entendidos como os três pilares para o futuro da indústria automobilistica.

De forma a alavancar recursos para o seu investimento nestas vertentes, a Audi deverá assim cortar na tendência de oferecer variantes específicas de motor/caixa/transmissão para cada mercado, uniformizando modelos e reduzindo os custos de desenvolvimento.

No final desta semana, Rupert Stadler, o CEO da Audi deverá também providenciar as linhas gerais do plano estratégico da Audi para os próximos anos.

Por: Pedro Junceiro
Fonte: Automonitor

Nenhum comentário:

Mais Vistos