Musk revela "plano mestre" para fornecer energia solar

Fonte: Getty Images

Elon Musk, o multimilionário fundador da Tesla, revelou na quarta-feira seu novo "plano mestre" que inclui a fusão do fabricante de veículos elétricos de luxo com o fornecedor de energia solar SolarCity, a produção de pickups, caminhões, ônibus e o aperfeiçoamento da condução autônoma.

Musk, que também é fundador do PayPal e SpaceX, revelou o "plano mestre, parte dois" em um blog postado no site da Tesla, onde explica que todas suas ações dos últimos dez anos fazem parte de um plano preconcebido para "fornecer energia solar".

"Não é piada, isto esteve em nosso site há 10 anos", escreveu o empreendedor.

Agora que Musk cumpriu os três primeiros pontos de seu primeiro "plano mestre" (produzir um veículo elétrico de baixo volume e elevado custo, desenvolver um automóvel elétrico de meio volume e criar um veículo elétrico acessível de elevado volume), o empresário está pronto para os seguintes passos.

Em primeiro lugar, Musk pretende "criar um teto solar com bateria preciosa e perfeitamente integrados" para libertar as pessoas de todo o mundo da dependência energética.

"Não podemos fazer isto se Tesla e SolarCity são companhias diferentes, é por isso que necessitamos combinar e romper as barreiras inerentes de ser duas companhias separadas", explicou Musk.

"Agora que a Tesla está pronta para escalar Powerwall (uma bateria doméstica para proporcionar energia aos lares) e SolarCity está pronta para fornecer energia solar claramente diferenciada, chegou o momento de fundir", disse.

O segundo passo na estratégia de Musk é que "com o Model 3 (o veículo elétrico acessível que Tesla começará produzir nos próximos meses), um futuro utilitário compacto e uma nova classe de caminhonete pickup, planejamos atender a maioria do mercado consumidor".

Além disso, a Tesla está desenvolvendo caminhões e ônibus, que poderiam ser apresentados em 2017, revelou Musk.

O terceiro elemento é a condução autônoma: Musk disse que "todos os veículos da Tesla terão o hardware necessário para ter total condução autônoma com capacidade operacional à prova de erros".

Musk explicou que a Tesla já está fornecendo a "condução autônoma parcial" porque "quando usada de forma correta, é mais segura que uma pessoa conduzindo e seria moralmente censurável atrasar sua implementação".

Finalmente, Musk acrescentou em seu plano a economia compartilhada de veículos em ambientes urbanos "quando a condução autônoma real é aprovada pelos órgãos reguladores".

Então, Elon Musk afirmou que será possível "que seu veículo produza dinheiro quando vocês não estiver utilizando".

Fonte: EXAME.com

Nenhum comentário:

Mais Vistos